Parceiros:

Temos como objetivo auxiliar centros especialistas em Reprodução Humana Assistida a aplicar técnicas laboratoriais de alta ou baixa complexidade mais atuais encontradas no mercado, tendo como objetivo final auxiliar casais a realizarem o grande sonho de se tornarem pais.

 

Disponibilizamos de profissionais gabaritados e

com experiência para realização e/ou implantação de técnicas como a Injeção Intracitoplasmática de Espermatozoide (ICSI), Fertilização In Vitro (FIV), Biópsia embrionária, entre outras.

 

Fertilização in vitro convencional (FIV)

 

A FIV ou Fertilização in vitro convencional, é uma técnica onde os espermatozoides são colocados em contato com os oócitos (óvulos), onde são os próprios gametas que se selecionam para que ocorra a fecundação. É uma técnica de alta complexidade onde alguns parâmetros devem ser seguidos cuidadosamente, como por exemplo a qualidade seminal, o que é  essencial para a obtenção de uma boa taxa de sucesso. A concentração e motilidade do sêmen após processamento devem ser bem avaliadas e devem apresentar um valor mínimo para que a técnica possa ser aplicada de maneira segura e eficaz.

 

Injeção intracitoplasmática do espermatozoide (ICSI)

 

A ICSI (Injeção intracitoplasmática do espermatozoide) é indicada para casais com fator masculino grave, onde se apresenta uma quantidade baixa ou até mesmo ausência de espermatozoides. Esta técnica consiste na injeção de um único espermatozoide no citoplasma do oócito (óvulo). É uma técnica considerada invasiva, de alta complexidade, onde os oócitos captados passam por um processo de desnudação das células do complexo cúmulos corona onde aqueles oócitos considerados maduros (MII – estágio de metáfase II da divisão celular) são preparados para a injeção, e os espermatozoides são selecionados de acordo com sua morfologia e imobilizados de forma mecânica. Estes espermatozoides são aspirados para dentro da agulha de microinjeção e são depositados de forma delicada dentro do oócito.

 

Esta técnica também apresenta uma alta taxa de fertilização e é empregada em muitos centros de reprodução assistida. Trata-se de uma técnica delicada e dependente da habilidade do embriologista para ser realizada. Por isso disponibilizamos de profissionais competentes para a realização da mesma, garantindo assim a qualidade do centro para seus pacientes.

 

Biópsia Embrionária

 

A biópsia embrionária, realizada durante o processo de PGD (Diagnóstico Pré-implantacional) se tornou uma técnica bastante procurada e realizada em laboratórios de Reprodução Assistida. Além de realizarmos esta técnica, fornecemos treinamentos para os embriologistas que desejam aumentar seus conhecimentos.

 

Os abortamentos e falhas de implantação são, na maioria das vezes, associadas às alterações cromossômicas. Além disso, muitas alterações genéticas estão relacionadas a malformações fetais, manifestação de doenças ou incompatibilidade com a vida. Selecionar o embrião com o PGD, previamente a transferência, ajuda os casais a terem filhos saudáveis.

 

A biópsia pode ser realizada no 3º ou no 5º dia de desenvolvimento embrionário. As células retiradas do embrião são submetidas a analise para diagnosticar possíveis alterações cromossômicas e/ou gênicas, como síndromes, doenças ligadas ao sexo e alterações gênicas complexas.

Posts Em Destaque

Parceria de sucesso entre o First Egg Bank e a In Vitro Embriologia Clínica e Consultoria tem trazido resultados positivos para os pacientes da Reprod...

18/3/2020

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload